Biomassa é uma energia limpa?

Biomassa é uma energia limpa?
Com o objetivo de diminuição da emissão de gases do efeito estufa e as políticas de créditos de carbono tem impulsionado os países a investirem na diversificação de suas matrizes energéticas, ou seja, incluir fontes de energia limpa em suas produções.

Matriz energética é toda energia disponibilizada para ser transformada, distribuída e consumida nos processos produtivos e no dia a dia do homem, é uma representação quantitativa da oferta de energia, ou seja, da quantidade de recursos energéticos oferecidos por um país ou por uma região.

Matriz de energia elétrica é formada pelo conjunto de fontes disponíveis, contudo, apenas para a geração de eletricidade.

A analise da matriz energética é fundamental para a orientação do planejamento do setor energético, que deve garantir a produção e o uso adequado da energia produzida, além disso, uma das informações mais importantes adquiridas é a quantidade de recursos naturais que esta sendo utilizada, para saber se esses recursos estão sendo feitos de forma racional.

A matriz energética mostra quais caminhos devem ser escolhidos para um crescimento sustentável do país e do mundo. Substituições de fontes energéticas poluentes por fontes de energias limpas.

O que é energia verde?

Energia verde e a Biomassa

-Basicamente é a energia não poluente e renovável

Emissão de CO2 é o principal responsável pelo efeito estufa que é o fenômeno que ocorre quando gases, como o dióxido de carbono, atuando como as paredes de vidro de uma estufa, aprisionam o calor na atmosfera da Terra, impedindo sua passagem de volta para a estratosfera.

 

Energia renovável:

Hidráulica

Derivados de cana de açúcar

Eólica

Solar

Biomassa

Geotérmica

Maremotriz

 

Leia também:

Orientações sobre importação de Canabidiol

COMO TIRAR O DINHEIRO DO LIXO

 

Biomassa é uma energia limpa?

 

Biomassa é verde?

Energia verde e a Biomassa

Toda matéria orgânica é Biomassa, de origem vegetal ou animal utilizada na produção de energia.

Ela é obtida através da decomposição de uma variedade de recursos renováveis, como plantas, madeira, resíduos agrícolas, restos de alimentos, excrementos e até do lixo.

 

 

Usando como exemplo a Madeira:

Embora os pedaços de madeira liberem carbono quando são queimados, a biomassa é promovida como “verde” porque as arvores cortadas podem ser substituídas ao longo do tempo,posteriormente sequestrando o carbono da atmosfera.

Mas nem todos concordam que isso realmente torne uma fonte de energia neutra em carbono. Relatórios de operadoras de usina com madeira mostram que a biomassa libera mais CO2 por unidade de eletricidade gerada do que o carvão mineral.

Repetindo os principais argumentos a favor da biomassa, um consultor afirma que isso é compensado pela reposição das florestas que forneceram a biomassa. Diz ainda que, depois de contabilizar as florestas reabastecidas e as emissões da cadeia de suprimentos, o uso de biomassa representa 80% menos CO2 emitido na comparação com o que seria liberado se o carvão tivesse sido usado.

Mas leva décadas até as arvores crescerem. Alem disso, em escala global, as florestas estão se reduzindo em tamanho total. A capacidade das florestas mundiais de reabsorver o CO2 atmosférico esta cada vez menor, e não maior.

Para muitos ambientalistas, precisamos cortar as emissões já, e não nas próximas décadas quando as arvores crescerem.

A justificativa

A renovação da biomassa ocorre através do “ciclo do carbono”. A queima de biomassa ou de seus derivados, liberam o CO2 na atmosfera. As plantas, através da “fotossíntese”, transformam esse CO2 em hidratos de carbono, resultando na liberação de oxigênio.
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo