Reciclagem e o Consumidor

Sustentabilidade se faz em casa!

Reciclagem e o Consumidor

A pandemia da Covid-19 provocou mudanças na economia, no trabalho e nos hábitos.

O distanciamento social transformou, certamente, a casa em escritório, escola e academia, e o cuidado com os resíduos gerados ganhou mais importância e visibilidade.

Como ficaram mais tempo em casa ou continuam em casa, as pessoas perceberam o quanto de lixo geram, o quanto de trabalho tiveram para o descarte, além disso, o desperdício promovem.

No inicio da pandemia, com menor circulação de pessoas, a geração de lixo nas cidades caiu em torno de 9% conforme, pesquisa da Abrelpe, Associação de Empresas de Limpeza Pública. Porem a quantidade de recicláveis coletados cresceu.

Com as pessoas de maior conhecimento técnico sobre a separação dos resíduos e conscientização de preservação ambiental,como resultado, temos um aumento a coleta seletiva.

No entanto, o aumento da coleta em volume e peso, a cadeia de reciclagem não se beneficiou em razão do fechamento ou diminuição das atividades das cooperativas e unidades de triagem de lixo.

A pandemia por suas características e aspectos inéditos surpreendeu a todos e geraram múltiplas novas situações.

Aumentou o volume de coleta seletiva, mas as cooperativas fecharam pela quarentena.

A reciclagem dos resíduos gerados pela sociedade depende fundamentalmente das atitudes dos consumidores.

O consumidor ao descartar de forma correta os resíduos, alem de gerar renda para as pessoas que dependem da coleta de materiais recicláveis, contribui de forma decisiva para o crescimento sustentável do planeta, com a proteção ambiental.

Porem o descarte correto dos resíduos exige conhecimentos e vontade de participar como cidadão do projeto de crescimento sustentável do planeta.

Reciclagem e o Consumidor

Vamos a um exemplo: como as embalagens cartonadas para alimentos e bebidas ditas “longa vida” podem ser recicladas?Desde a fabricação das caixinhas pela indústria existe a preocupação ambiental, tendo em grande parte da composição meterias-primas de fontes renováveis. Ao serem descartadas corretamente após o uso, são totalmente recicláveis.

Depende do consumidor o caminho que as embalagens pós-consumo terão.Sem o descarte correto elas acabam em lixões e aterros sem utilização para reciclagem.

Dificuldades:

No nosso exemplo, o descarte correto, das embalagens de leite, sucos e outros alimentos devem ser lavados com água de reuso se tiver, ou água existente, para retirar o excesso de material orgânico e evitar mau cheiro, já que elas percorrem um longo caminho até os recicladores.

Nas caixinhas longa vida, o próximo passo é abrir as abas laterais e deixa-las compactas. Isso fará com que o volume diminua. A tampa de plástico, se deixada na caixinha, e o canudinho, se empurrado para dentro, serão reciclados juntamente com a embalagem.

Feito isso, o material deve seguir para a coleta seletiva ou ser depositado em Pontos de Entrega Voluntaria.

Tem que estar conscientizado e ser esforçado

Nem todas as cidades possuem coleta seletiva para as residências, o que dificulta e muito a reciclagem.

Em muitos municípios, o descarte exige um esforço extra das pessoas, que tem de levar os resíduos até um ponto de coleta.

Porem existem vários matérias que não oferecem dificuldades extras para serem encaminhados para a coleta seletiva.

Reciclagem e o Consumidor

Reciclagem e o Consumidor

Obviamente que hoje se exige esforços e responsabilidades dos fabricantes dos produtos, na coleta, reuso e reciclagem das embalagens descartadas pelo consumidor.

Os produtores e comercializadores devem participar responsavelmente na redução, reuso, reciclagem e reintrodução na cadeia produtiva dos materiais provenientes dos resíduos dos consumidores.

Fazer reciclagem é fundamental para o crescimento sustentável

Reciclagem e o Consumidor

Seja um consumidor consciente

 

Fontes : www.comprasustentavel.com.br

www.estudio.folha.com.br

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo