Vacinação, uma obrigação importante 

Vacinação, uma obrigação importante. Nunca de nenhum medicamento ao seus filhos sem procurar um médico e ler a respeito, nem sempre a vacina oferecida no posto de saúde é o melhor medicamento no mercado. Fique atento, não se deixe enganar, saiba o que nossas crianças estão tomando.

Em outros países o número de vacinas cai pela metade e não se aceitam vacinas não testadas adequadamente.

Leia também:
MEDICAMENTO GENÉRICO
Perigo a vista ?  Pacote do Veneno! (AGROTÓXICO)

Contra a POLIOMIELITE e o SARAMPO

-De 6 a 31 de AGOSTO nas unidades de saúde publica

Quem deve ser vacinado?

  • Contra a poliomielite: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.Em casos de nenhuma dose,será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite.Em caso de uma ou mais doses,será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa “gotinha”
  • Contra o sarampo: crianças de 1até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.
  • Não devem ser vacinadas: crianças de 1 até 5 anos que tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

 

SOBRE AS DOENÇAS

O que é a poliomielite?

A poliomielite é uma doença infecciosa grave que pode causar paralisia permanente em determinados músculos e que, geralmente, afeta crianças, mas também pode surgir em idosos e adultos com o sistema imune enfraquecido. Os primeiros sintomas da poliomielite geralmente incluem dor de garganta, fadiga excessiva, dor de cabeça e febre, podendo ser facilmente confundida com uma gripe.

O que é o sarampo?

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave transmissível e extremamente contagiosa. Os sintomas são:febre alta,acima de 38,5 °C,erupção e vermelhidão na pele,tosse,coriza,conjuntivite e manchas brancas que aparecem na mucosa bucal,conhecida como sinal de koplik,que surgem de 1 a 2 dias antes do aparecimento das erupções na pele.

Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice Viral que também protege contra caxumba e rubéola, seja qual for a situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias.

 

Vacinação, uma obrigação importante

MITOS E VERDADES SOBRE A VACINAÇÃO

MITOS

  1. As doenças evitáveis por vacinas estão quase erradicadas em meu país, por isso não há razão para vacinar.

    Embora as doenças evitáveis por vacinação tenham se tornado raras em muitos países, os agentes infecciosos que as causam continuam em circulação em algumas partes do mundo. Em um mundo altamente interligado, esses agentes podem atravessar barreiras geográficas e infectar qualquer pessoa que não esteja protegida.

  2. Doenças infantis evitáveis por vacinas são apenas infelizes fatos da vida.

    As doenças evitáveis por vacinas não tem que ser “fatos da vida”. A vacinação é uma medida que vem sendo adotados pelos países muitos anos e tem sido responsável pelo controle, eliminação e erradicação de varias enfermidades, como o sarampo, poliomielite, varíola e rubéola.

VERDADE

  1. Há efeitos colaterais da vacinação em bebes e crianças.

    As vacinas,assim como qualquer medicamento,apesar de serem muito seguras, podem, causar eventos adversos,que podem ocorrer em qualquer idade.Eventuais reações,como febre,vermelhidão e dor local,podem ocorrer após a administração de uma vacina,sendo raros os eventos graves.

 

Quanto mais cedo for iniciada a vacinação na infância,mais cedo as crianças ficarão protegidas.As crianças pequenas são as mais suscetíveis às doenças,uma vez que suas defesas imunológicas ainda não estão bem formadas

 

Campanha Nacional de Mobilização

A campanha nacional vai até o final do mês e trata-se de uma campanha de mobilização, já que a vacina contra o sarampo fica disponível o ano inteiro nos postos de saúde da rede publica. No dia 18 de agosto, acontecera o Dia D de mobilização, quando os mais de 36 mil postos de vacinação no país estarão abertos ofertando as vacinas. Esse tipo de campanha que inclui o reforço da dose acontece de quatro em quatro anos. Esse ano,no entanto, a campanha é ainda mais importante dada à volta da circulação do sarampo no território nacional e a ameaça da poliomielite. O Brasil tem 822 casos confirmados de sarampo em 2018. Já em relação a paralisia infantil, trata-se de uma precaução.Não há casos de paralisia no Brasil.O pais erradicou a poliomielite do território em 1994; o certificado de eliminação do sarampo havia sido alcançado em 2016.

Vacinação, uma obrigação importante 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo