Reciclagem Óleo de Cozinha

Reciclagem Óleo de Cozinha

Reciclagem Óleo de Cozinha

Todo mundo sabe, ou deveria saber, que o óleo comestível, possui reciclagem.
Todo mundo sabe, mas ainda restam muitas duvidas!

 

Como descartá-lo, por que não podemos joga-lo na pia, no tanque ou nos bueiros?
Quais os tipos de óleo de cozinha?
O que podemos fazer com o óleo usado?
Como armazena-lo?

Os óleos são formados por substancias insolúveis em água. Não existe muita diferença entre óleo e gordura. A única que existe, de acordo com a Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), tem relação com a temperatura: a 25ºC o óleo vegetal é liquido e a gordura é solida.
A classificação entre óleo virgem, extra virgem (azeite de oliva, óleo de coco) e óleo bruto (soja, milho, girassol) esta relacionada aos processos de extração e de purificação desses óleos vegetais. Os óleos extras virgens ou virgens apenas necessitam de uma filtragem para retirar partículas solidas após o processo de prensagem que retira o óleo da semente, fruta ou folha, já o óleo bruto é extraído por meio de um solvente e passa por muitas outras fases para ficar pronto.
Os óleos e gorduras de origem animal podem ser obtidos por meio de trituração, altas temperaturas e pressão.
As gorduras vegetais hidrogenadas são obtidas por meio de processos de hidrogenação para aumentar seus prazos de validade.
Todos os tipos de óleo apresentados não podem ter como destino pias, tanques, bueiros, ralos ou guias da calçada porque impactam negativamente o encanamento das residências e também poluem a água ,alem de contribuírem para morte de seres vivos.
Quando o esgoto sem tratamento chega a um rio,o óleo de cozinha misturado ao esgoto irá poluir esse corpo hídrico,porem isso depende da carga de esgoto que o rio suporta.

O Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) apresenta uma resolução que estabelece limites para lançamento de óleos vegetais e gorduras animais em corpos hídricos receptores de esgoto de até 50 miligramas por litro, sendo que a partir deste valor, o óleo de fritura polui mais 25 mil litros de água,o que já é um valor bem alto.

 

Leia também:

Reduzir, Reutilizar e Reciclar

10 Atitudes Sustentáveis

Reciclagem Óleo de Cozinha

O que fazer com óleo de cozinha?

Após utilizar o óleo de fritura, você pode armazena-lo em uma garrafa PET. Utilize um funil para facilitar a entrada do óleo na garrafa. Conforme for utilizando o óleo, vá armazenando desse modo e lembre-se de sempre fechar bem as garrafas para evitar vazamentos, mantendo também fora do alcance de crianças e animais de estimação que podem ser atraídos pelo cheiro do óleo. Após preencher algumas garrafas PETs ,procure empresas e ONGs especializada neste tipo de coleta seletiva,assim como postos de entrega voluntaria para descartar o seu óleo de forma correta.
Lembre-se que 50mg de óleo de cozinha provocam a poluição de mais de 25 mil litros de água.
O óleo descartado corretamente é utilizado para a produção de biodiesel, sabão, tintas a óleo, massa de vidraceiro e outros produtos.
Isso preserva meteria-prima, incentiva à reciclagem e evita que mais óleos sejam descartados de maneira incorreta.
Descarte corretamente o óleo de cozinha e colabore com a preservação do ecossistema.

# a sustentabilidade agradece.

Reciclagem Óleo de Cozinha

 

COLABORE com o PROJETO ÓLEO VALE

 

Cooperativa São Vicente:

Reciclagem Óleo de Cozinha

Com o apoio da Paróquia São Vicente de Paulo foi criada em 1999 como gesto concreto da Campanha da Fraternidade, que tinha como tema “sem trabalho, por quê?”
O projeto ÓLEO VALE faz a coleta do óleo a ser reciclado em bares, restaurantes, estabelecimentos comerciais, residências e industria da região do Vale do Paraíba. A Cooperativa de Reciclagem São Vicente é hoje responsável por contemplar um dever e um direito de todo ser humano: o respeito ao meio ambiente e a dignidade do trabalho.
Para seguir adiante, o projeto conta com o apoio da sociedade. Ajude alcançar a meta!
Doe seu óleo de cozinha usado.

 

Saiba mais:

Telefone: 3431-1702
email: cooperativasv@gmail.com

Reciclagem Óleo de Cozinha

Fontes: www.comprasustentavel.com.br
www.ecycle.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *