CORONAVÍRUS - POLUIÇÃO

CORONAVÍRUS – POLUIÇÃO

CORONAVÍRUS – POLUIÇÃO

Fechamento de fabricas e lojas na China e restrições de viagem para lidar com a disseminação do vírus resultaram em redução nas emissões de CO2 e no uso de combustíveis fósseis.

O alívio provavelmente será momentâneo, e sua causa é uma má notícia. Mas uma das consequências inesperadas do surto do novo coronavírus foi o ar mais limpo e a redução das emissões de gases que contribuem para as mudanças climáticas

O fechamento de fabricas e lojas na China, ao lado das restrições de viagens para lidar com a disseminação do vírus produziu uma queda de pelo menos 25% na emissões de dióxido de carbono(CO2) da China, segundo cálculos de Lauri Myllyvirta,do Centro de Pesquisa em Energia e Ar Limpo(Crea),com sede nos Estados Unidos.

É provável que isso tenha eliminado um quarto ou mais das emissões de CO2 do país nas duas semanas seguintes ao feriado do Ano Novo Chinês, período em que a atividade normalmente seria retomada.

CORONAVÍRUS - POLUIÇÃO

O RETORNO!

Soluções estão sendo tomadas pelo governo chinês para permitir um retorno mais rápido da economia como organizar transporte de funcionários em aviões, trens e ônibus especiais para as fabricas localizadas nas áreas menos afetadas.

Além de outras medidas destinadas a estimular a economia podem acabar por reverte a baixa no consumo de combustíveis fosseis e, portanto, empurrar as emissões acima das medias históricas, como ocorreu após a crise financeira global e a recessão econômica de 2015.

A mudança nas emissões de CO2 não é permanente. E no plano geral, não será visível nas emissões gerais do planeta.

Alguns dirão que uma demanda acumulada por mercadorias levara a um desperdício mais à frente.

A economia mundial está sendo afetada e as coisa não serão as mesmas novamente.

 

Leia também:

Diga não ao desperdício!

5 maneiras de tornar suas compras de supermercado mais sustentáveis

CORONAVÍRUS – POLUIÇÃO

FUTURO!

Uma possível mudança de comportamento dos consumidores, na China e no Mundo. Como resultado do impacto econômico da crise ou do aumento da conscientização pelos danos das emissões.

A crise também tem o potencial de mudar o comportamento e os hábitos de consumo das pessoas a longo prazo, por exemplo, fazendo-as pensar duas vezes antes de embarcar em uma longa jornada que poderia terminar em quarentena.

 

 

Fontes:

www.comprasustentavel.com.br

BBC News Mundo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *